Colagens – Lilli Ferreira – Parte IV

No mês de setembro, na Cifra, apresento cinco séries de minha autoria.

Valendo da imensa liberdade onírica das colagens, as obras visam, como pano de fundo, trabalhar com discursos pertinentes à liberdade sexual e violência social.

Como inspiração, não poderia deixar de mencionar mestres contemporâneos, de diversas vertentes experimentais, como Marisa Maestre, da Espanha; Luc Fierens, da Bélgica; Trash Riot, dos Estados Unidos; Gladyestel Garcia, da Venezuela; as brasileiras Elisa Riemer, Lia Testa e, claro, o grande Terry Gilliam.

Lilli FERREIRA

PARTE IV

Clique nas imagens para ampliá-las: