O quadrinho brasileiro contemporâneo II – 5ª parte

02nd dez 2016

O céu como testemunha – Entre a Semiótica da HQ e o Fotojornalismo em O Azul Indiferente do Céu, de Shiko (3ª parte) Lilli Ferreira O uso do balão-fala Nas...

O quadrinho brasileiro contemporâneo II – 4ª parte

22nd nov 2016

O céu como testemunha – Entre a Semiótica da HQ e o Fotojornalismo em O Azul Indiferente do Céu, de Shiko (2ª parte) Lilli Ferreira       O diálogo...

O quadrinho brasileiro contemporâneo II – 3ª parte

16th nov 2016

O céu como testemunha – Entre a Semiótica da HQ e o Fotojornalismo em O Azul Indiferente do Céu, de Shiko (1ª parte) Lilli Ferreira A Diáfora Shiko é artista...

O quadrinho brasileiro contemporâneo II – 2ª parte

08th nov 2016

Odor vazio e a tragédia que todos querem ver Lilli Ferreira Olá, leitores! Semana passada, apresentei O Caderno Rosa de Maria Clara. Hoje, falarei sobre a obra subsequente de Ruis,...

O quadrinho brasileiro contemporâneo II – 1ª parte

02nd nov 2016

Ruis Vargas – o cotidiano misterioso Lilli Ferreira Abro esta semana falando de duas obras do artista que transita entre as tiras, contos e Graphic Novels: Ruis Vargas, O Caderno...

O quadrinho brasileiro contemporâneo I – 4ª parte

26th out 2016

Koostella – Gefangene / sem saída Antonio Vicente SERAPHIM PIETROFORTE Para terminar essa primeira série sobre o quadrinho brasileiro contemporâneo, vou falar do álbum Gefangene – sem saída, do Koostella,...

O quadrinho brasileiro contemporâneo I – 3ª parte

18th out 2016

Luciano Irrthum – A Comadre do Zé Antonio Vicente SERAPHIM PIETROFORTE Para quem não leu o texto da semana passada sobre O relógio insano, do Eloar Guazzelli, eu comecei lembrando...

O quadrinho brasileiro contemporâneo I – 2ª parte

12th out 2016

Eloar Guazzelli – O Relógio Insano Antonio Vicente SERAPHIM PIETROFORTE Na semana passada, comentei sobre irregularidade das ondas de quadrinistas brasileiros, sempre às voltas com as dificuldades de mercado, devidas às eternas...

O quadrinho brasileiro contemporâneo I – 1ª parte

04th out 2016

André Kitagawa – Chapa Quente Antonio Vicente SERAPHIM PIETROFORTE A História do Quadrinho brasileiro é bastante irregular… não digo isso em relação aos artistas da HQ, a maioria deles tem...

Marcatti – 4ª parte

21st set 2016

O enigma em Dedos Mágicos Lilli Ferreira Semana passada, apresentei algumas características abordadas em Mariposa e Cavacos. Hoje, vou analisar a HQ Dedos Mágicos. Dedos Mágicos é diferente de Mariposa...